Compartilhe essa Notícia:


Populares exigiram justiça diretamente ao Secretário de Segurança do Maranhão

Na manhã da última quarta-feira (3) o Secretário de Segurança do Maranhão, Jefferson Portela, chegou de helicóptero no município de Bacabal com o objetivo de acompanhar de perto as investigações sobre o assassinato do comerciante Marcos Marcondes, conhecido carinhosamente como Marquinhos, morto na última terça-feira (2).

Na ocasião, havia muitos populares acompanhando a chegada do secretário e pressionaram ele a dar declarações sobre o caso. Muitos chamavam sua atenção ao afirmarem que Marquinhos era inocente, e que esse não era o primeiro caso semelhante a acontecer no município. Além disso, um morador defendeu o jovem José de Ribamar, cujo desaparecimento possivelmente está ligado com o homicídio de Marcos (Veja AQUI).

"Senhor secretário, eu conheci o Ribamar desde pequenininho e ele nunca roubou um copo d'água de ninguém. Nós queremos saber onde ele está!", disse um morador. 

"Se não podemos confiar nos policiais, então, em quem vamos confiar? Nós queremos e precisamos da segurança deles. Faça justiça para nós secretário", pontuou outro cidadão que estava presente.  

Em resposta, Jefferson Portela garantiu que a justiça será integralmente feita. "Não tem justiça pela metade, isso não existe [...] Estamos aqui com o comandante da Polícia Militar, o Delegado Geral da Polícia Civil Dr. André e o Comandante Marcos que deu voz de prisão aos envolvidos. Eles já estão presos em São Luís, e os procedimentos criminais e administrativos já estão abertos. Nenhum fato de tudo que aconteceu deixará de ser apurado e informado a todos, vocês saberão de tudo.", disse o secretário.    

Secretário Jefferson Portela fazendo pronunciamento à população de Bacabal

Após dar o pronunciamento, Jefferson Portela foi aplaudido pela população. O processo investigativo ainda está em andamento e, até o momento, sabe-se que Marcos foi vítima de tortura, enquanto Ribamar continua desaparecido. Quatro membros da PM de Bacabal seguem como principais suspeitos. 

Veja o momento em que o secretário conversa diretamente com a população aos 13m40s. 

Mais informações 

- Policiais envolvidos na morte de comerciante de Bacabal foram presos e transferidos para presídio em São Luís: https://www.carlinhosfilho.com.br/2021/02/policiais-envolvidos-na-morte-de.html

- Ainda há um homem desaparecido no caso do assassinato de Marquinhos: https://www.carlinhosfilho.com.br/2021/02/ainda-ha-um-homem-desaparecido-no-caso.html

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA