Compartilhe essa Notícia:


Uma mulher, identificada pelas iniciais M.V.D.O, foi condenada a 12 anos de prisão em regime fechado por permitir que o seu marido abusasse sexualmente da própria filha, em São Roberto (MA).

O mandado de prisão foi cumprido na manhã dessa quinta-feira (17), pela Polícia Civil do Estado do Maranhão, através da Delegacia de Polícia Civil de Esperantinópolis. A mulher estava em liberdade desde 2017, quando ocorreu o crime, enquanto seu marido havia sido preso. Segundo investigações da Polícia Civil, a mulher apoiava o estupro da filha, pois tinha conhecimento dos abusos cometidos pelo marido (e pai da menina), mas recusava-se a denunciá-loA mulher foi encaminhada para a Unidade Prisional de Pedreiras, para iniciar o cumprimento de sua pena.

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA