Compartilhe essa Notícia:

Antônio França, prefeito de Pedreiras 


Na tarde de quarta-feira (3), o titular do blog do Carlinhos entrevistou o atual prefeito de Pedreiras, Antônio França (DEM). O gestor solicitou a conversa para rebater boato espalhado por adversários de que ele não se esforçou para vencer o pleito e conquistar a reeleição. O boato afirma ainda de forma caluniosa de que França “se vendera para o grupo vencedor”.  O prefeito também avaliou seu 4 anos de mandato, afirmou que não encerra sua carreira política e como será seu comportamento diante do governo da prefeita Vanessa Maia.

 

Leia entrevista


Carlinhos - Prefeito, o que está acontecendo na cidade? Que tipo de boato é esse que está envolvendo seu nome nas redes sociais e nas ruas?

 

Antônio França - Na verdade, estão espalhando uma especulação de que eu, de certa forma, abri mão da campanha. Na verdade, fiz uma campanha tranquila, pregando o que é correto e cabível, como propostas, baseadas na experiência do nosso mandato.

Sempre tivemos a noção de que não devíamos cometer nenhum ato irresponsável para nos manter no cargo. Então, tenho consciência tranquila de que trabalhamos bem, de forma organizada, buscando gastar o mínimo de recursos possíveis para que, assim, pudesse ter um segundo mandato mais consistente, mais equilibrado, principalmente para recuperar os contratempos e dificuldades do primeiro mandato, que foi muito difícil.

 

Carlinhos - O senhor teve mais de 6.000 votos, para alguém alcançar essa margem, é porque se empenhou na campanha.

Antônio França - É, nos empenhamos através de uma campanha feita com muita responsabilidade e eu jamais iria me esquivar de buscar a reeleição, por isso trabalhei. Não tem essa de "ah, o prefeito deixou eles ganharem, não ganhou porque não quis", não é assim...

Fizemos uma campanha limpa, justa e baseada naqueles princípios que acreditamos: não comprar voto e oferecer propostas cabíveis. Mediante tudo o que aconteceu, saio dessa com a cabeça erguida, sabendo que tive mais de 6.000 votos daqueles que acreditaram no meu nome e num possível segundo mandato meu.

Carlinhos - Quem são essas pessoas que estão espelhando essas especulações?

Antônio França - Com certeza é a oposição que se sentiu incomodada com esse resultado, com o meu desempenho e com a posição que consegui chegar. Nós trabalhamos achando que o público eleitoral da cidade nessas eleições chegaria a mais de 18.000 ou 19.000 pessoas, então nós conseguimos uma média de 6000 que era condizente com o cálculo que fizemos baseado na experiência.

Para nossa surpresa, o público votante de Pedreiras passou de 20.000, por isso ficamos em terceiro lugar, uma posição honrosa também, tendo em vista a forma simples e ética que fizemos nossa caminhada eleitoral. Se você observar, nem sequer chegamos a perseguir ninguém e colocamos aquilo que realmente pudemos deixar em pauta no segundo mandato.

Carlinhos - Então, para não deixar nenhuma dúvida, você se empenhou na sua campanha ?

Antônio França - Olha, todos os eventos que fizemos no período eleitoral foram surpreendentes, e contaram com amplo apoio da população. Graças a essa experiência, saímos da prefeitura com a cabeça erguida. Nosso objetivo era, de fato, ganhar a eleição, eu estava convicto dessa meta e inclusive cheguei a dizer para você que eu estava tranquilo em relação ao resultado, pois não prego aquilo que não acredito.

Mas, os nossos adversários souberam usar armas que eu não teria coragem de usar, e estão aí. Mas respeito, independente de como tenha sido a eleição, com certos artifícios desonestos, eu tenho que aceitar o resultado.

Conversa com o prefeito na casa de Cacimbão no Goiabal 


Carlinhos - Antônio França então não comprou voto?

Antônio França - De forma alguma, nem comprei voto e nem apresentei propostas imorais para a população. Tudo, graças a Deus, foi enxuto, no caminho de fazer um segundo mandato de maior qualidade, sem prometer emprego para ninguém em troca de voto, sem prometer coisas impossíveis de realizar.

Carlinhos - Como o senhor avalia esses quatro anos de mandato como prefeito?

Antônio França - Olha, minha avaliação é que a expectativa foi muito grande. Infelizmente não conseguimos atingir nossos objetivos, não saio do mandato com o sentimento de dever cumprido, saio com a sensação de que aquilo que pude fazer em meio a todas as dificuldades e perseguições foram feitas da melhor forma possível. Acredito que o que eu pude fazer como o ser humano que sou, eu fiz.

Carlinhos - O senhor segue com sua carreira política em Pedreiras?

Antônio França - Com certeza, não preciso ter cargo oficial ou salário de político. Eu já sou político de qualquer forma, gosto muito disso e estou a disposição da população a qualquer momento e a qualquer hora.

Agora é que vão saber que realmente é Antônio França. Já me conheceram como vereador e prefeito, mas agora, vão me conhecer como uma pessoa sem mandato, mas ainda assim como político.

Carlinhos - Como será sua relação com o novo governo? Vai ser opositor? Vai fiscalizar? Vai bater?

Antônio França - Creio que seja muito cedo para qualquer pessoa que está sem mandato dizer que é oposição. Lógico que temos que pensar em Pedreiras, desejo um bom mandato para Vanessa Maia e estou na torcida para que ela seja uma gestora excelente, se puder dar certo com ela, vai dar certo para todos nós também.

Vou trabalhar sem me opor, vou trabalhar com minha política, com minha forma e sem pisar nos outros.

Carlinhos - Deixe sua mensagem para o povo de Pedreiras

Antônio França - Muito obrigado ao povo que acreditou em meu mandato, e peço também desculpas àqueles que, de certa forma, não consegui atingir os anseios. Mas nutro esperanças por Pedreiras, uma cidade com diversos obstáculos a serem superados, mas creio que nosso município vai melhorar a cada dia. Agora, Antônio França segue na corrida e vai buscar sempre estar presente na movimentação política, independente de mandato ou não, pois sou um político que se manterá vivo diante do povo e no meio do povo.

"Sigo com minha carreira política", garantiu o prefeito Antônio França 
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA