Compartilhe essa Notícia:

 


Na tarde desta quarta-feira, dia 18, o Tribunal Regional Eleitoral de São Luís se reuniu para julgar a ação de inelegibilidade da candidata a prefeita de Lago do Junco, Edina Fontes (PDT). 

A candidatura de Edina estava sob júdice em decorrência de um ação da coligação adversária, cujos membros afirmavam que ela ainda era esposa do atual prefeito Osmar Fonseca, o que caracterizava uma suposta "inelegibilidade reflexa", condição em que o cônjuge do chefe do Poder Executivo não pode ser eleito. 

Porém, no julgamento de hoje, os desembargadores reconhecerem a elegibilidade de Edina Fontes, defendida pelos advogados de defesa, Dr. Ênio e Dr. Daniel Leite, não encontrando motivos suficientes para impedir a posse dela na prefeitura, uma vez que ela já estava separada de Osmar Fonseca. 

Sua eleição foi confirmada por 4 votos contra 2, portanto, Edina é agora oficialmente a prefeita eleita de Lago do Junco. 


⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA