Compartilhe essa Notícia:

Vereador eleito Emanuel 

O blog entrevistou nesta terça-feira uma das personalidades mais comentadas das eleições municipais em Pedreiras, Emanuel Anselmo Nascimento, de 53 anos, muito conhecido apenas como "Emanuel." Casado com dona Sebastiana, casal tem dois filhos, mais três filhos do primeiro casamento, que são médicos, além de outro filho. Emanuel retornou à Câmara Municipal de Pedreiras após 12 anos. Ao todo, ele já foi vereador por 3 mandatos e agora, foi eleito pela quarta vez como vereador de Pedreiras pelo PL.

Filho de Josenil 

Filho do ex-prefeito Josenil Bezerra Nascimento, Emanuel afirma que o pai foi o melhor prefeito que a cidade já teve. Josenil exerceu seu mandato entre os anos de 1977 e 1983, o gestor, já falecido. "Meu pai foi responsável por ter comprado as terras dos povoados Marianópolis, Pacas e Centro do Julião, onde fez uma mini-reforma agrária distribuindo para os moradores. Além de ter sido responsável pela construção e pavimentação de diversas ruas e bairros, entre eles, São Francisco, Santa Teresina e Jerusalém (hoje de Trizidela do Vale), Rua Benilde Nina e Av. Senhora Santana no Engenho." 

ENTREVISTA

Veja a entrevista em que Emanuel conta sobre as circunstâncias que o elegeram, as expectativas para o quarto mandato e um pouco sobre sua história. 

Carlinhos - Você retornou à Câmara e eu classifiquei isso como uma surpresa, mas como você classifica sua eleição?

Emanuel - Eu achava que tinha chances de voltar. Estou no Partido Liberal (PL), cujo presidente do nosso diretório é Raimundo Louro, que nos deu toda estrutura de campanha. Durante o processo, vimos que precisávamos eleger dois vereadores, mas só elegemos um que foi eu. Fui eleito com 297 votos nesse ano, mas em eleições anteriores, como a de 1996, cheguei a receber 291 votos. Em 2004 fui eleito com 617 e em 2000 por 464. Para mim não foi uma surpresa.

Carlinhos - Seu candidato a prefeito não logrou êxito, então, como será seu trabalho na Câmara, vai como opositor ou irá colaborar? 

Emanuel - Eu acho que fazer oposição sistemática é uma burrice. O que a gente tem que fazer é torcer para que Pedreiras melhore administrativamente falando. Não é só porque meu gestor perdeu que vou me opor a ele, logicamente irei cobrar, fiscalizar e votar no que é certo. Esse é o meu objetivo na Câmara Municipal de Pedreiras. No que eu puder contribuir vou contribuir, tenho que fazer isso. 

Tanto a Câmara tem que fazer sua parte como a Prefeitura deve olhar os requerimentos que os vereadores mostram. Eu costumo dizer que, se porventura, a gestora atender pelo menos 10% dos requerimentos dos projetos da casa, Pedreiras seria um canteiro de obras. 

Fui vereador durante 12 anos, lembro que quando entrei havia 24 requerimentos pedindo um cemitério para Pedreiras, pois em 1997 a cidade não tinha. Na época, enterravam gente em cima de gente no Alto São José. Ainda hoje fazem isso, e nunca construíram nada. 

Eu acho engraçado isso porque um cemitério é simplesmente um terreno, em que se cerca lateralmente e pronto. Até na minha justificativa de requerimento eu dizia que "Acreditando que Vossa Excelência não seja supersticiosa[...]", porque dizem que quem faz o cemitério é enterrado primeiro, segundo aquela novela O Bem Amado. Então eu até ironizava nesse sentido. 

Há muitos outros importantes pedidos que fiz na época, como o SAMU em 2008, na época do Lenoilson. Ninguém ligou para a isso. Nesse mandato eu vou entrar com um pedido de SOS Pedreiras que é parecido com o SAMU, trata-se de um serviço de ambulância com motorista, socorrista, técnico de enfermagem e enfermeiro. 

Carlinhos -  Foram 24 requerimentos ignorados a respeito do cemitério? Os prefeitos realmente tem interesse em atender requerimento de vereadores? 

Emanuel - Olha, justamente isso, dizem que vereador não faz nada, mas é mentira. Vereadores fazem, se você acompanhar as sessões da Câmara vai ver que todos os membros da casa entram com requerimentos e projetos. É como eu disse, se 10% dos requerimentos forem atendidos, Pedreiras seria um canteiro de obras, isso desde quando fui vereador na primeira vez. 

O que acontece é que os prefeitos simplesmente engavetam, alguns a ponto de nem tomarem conhecimento dos requerimentos da casa. Agora, em virtude das redes sociais, a coisa tende a melhorar. Pois se passar um mês em que o prefeito ignora um requerimento, isso pode ser denunciado e compartilhado nas páginas. 

Carlinhos - Nas tuas andanças por Pedreiras, conversando com eleitores e pedindo voto, o que mais solicitaram para você? O que Pedreiras precisa?

Emanuel - Pedreiras precisa de tudo: infraestrutura, saúde, educação, enfim... O que me pediam era isso, cobraram trabalho para manter a cidade melhor. Veja a administração de Lima Campos e Trizidela do Vale, e logo notamos que Pedreiras deixa muito a desejar. 

Sobre a infraestrutura, o nosso estádio nem sequer possui uma pista de caminhada, está tudo quebrado. Pretendo também elaborar o projeto de uma pista de caminhada no Bosque Seringal, coisa que estava no projeto inicial mas não foi feito. O pessoal continua fazendo caminhada no início da cidade, correndo risco de sofrer acidente ou prejudicando a saúde com a fumaça dos veículos.

Carlinhos - Vamos falar agora sobre a transição. Você já foi procurado para a eleição na Câmara e já apareceram colegas pretendentes. Como está a questão da própria legislatura de assumir a Presidência da casa? 

Emanuel - Nós temos 9 vereadores de oposição eleitos. Era para nós elegermos, nesse caso, o Presidente da Câmara. Mas, em conversas que tive com vereadores nesse sentido, eu vi que não. Nesse aspecto senti uma fraqueza, em que ninguém queria peitar e disputar a eleição para presidente. Ouvi falar na Valdete, Gard ou Marly como candidatos, mas ninguém da oposição. Mas digo: se quiserem lançar um candidato nosso, desde que os 9 concordem, elegeremos sem problema. 

Carlinhos - Mande uma mensagem para o povo de Pedreiras que te elegeu para o quarto mandato na Câmara 

Emanuel - Quero dizer a toda população que vocês vão ter um cara empenhado mais ainda nesse mandato, com mais experiência e vontade. Além disso, sou de uma família tradicionalmente política, pois minha avó paterna, Onilde Bezerra Nascimento, foi primeira vereadora de Pedreiras, meu pai foi vereador além de ter sido vice-prefeito duas vezes, assumindo também o cargo de prefeito por seis anos com uma gestão marcada pelo pioneirismo, uma vez que, antes desse negócio de Bolsa Escola existir, ele já fazia programas sociais, pois dava uma quantia significativa para os pobres fazerem feira. 

Eu já fui vereador por três vezes, por isso, jamais quero desonrar o nome da minha família, e ainda mais nesse mandato por conta da carência e necessidade do povo de Pedreiras. Prometo honrar e fiscalizar o que tiver ao meu alcance. Vamos torcer para que o Governo de Vanessa Maia atenda as expectativas e, com fé em Deus, tudo dará certo. 

Emanuel: espero que o governo de Vanessa Maia atenda as expectativas do povo de Pedreiras."
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA