Compartilhe essa Notícia:


No jargão político é sabido que nem bem se curam as feridas de uma eleição e imediatamente as articulações se voltam para o pleito seguinte. E assim será a tônica, pois passada a euforia das eleições municipais pelo país, o próximo passo é levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima para 2022.

No Maranhão não é diferente, pois projetos pessoais e políticos se misturam no novo enredo na futura disputa para o governo do estado. No tabuleiro já aparecem nomes de proa que devem fazer parte desse cenário para a eleição vindoura.

Entre os nomes preliminares que largam na frente aparecem o vice-governador Carlos Brandão (Republicanos), o senador Weverton Rocha (PDT) e o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL).

É bom o eleitorado maranhense ir se acostumando com esses nomes representativos no estado, já que os três nutrem pretensões político-partidárias naturais na eventual batalha pelo comando da cadeira número do Palácio dos Leões, sede do governo maranhense.

Com a saída do governador Flávio Dino (PCdoB), que não pode mais concorrer à reeleição, passando a apostar em projetos de amplitude nacional, as articulações estaduais estão abertas para quem melhor souber mover as peças nesse tabuleiro do xadrez político.

Fonte: Mario Carvalho 

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA