Compartilhe essa Notícia:

Professor Marcos Rodolfo de Sousa Lira


Após uma longa batalha na justiça em Igarapé Grande, o professor Rodolfo, que foi acusado de estupro, teve sua absolvição concedida. O docente chegou a ficar detido no presídio de Pedreiras por algum tempo. 

Professor Rodolfo foi defendido pelo renomado e competente advogado, Bismarck Salazar, que já tem um longo histórico de vitórias em sua carreira na advocacia.

Advogado Bismarck Salazar fez a defesa do professor Rodolfo em Igarapé Grande


Relembre o caso

No dia 23 de setembro de 2019, Rodolfo foi preso pela Polícia Civil, em cumprimento a um mandado de prisão por violação sexual mediante fraude contra alunos. Ele chegou a ser preso no presídio de Pedreiras. Ao todo, ele ficou detido por quase 40 dias.

Na época, amigos, familiares, colegas de trabalho e alunos estiveram na Praça Mariano Costa realizando uma manifestação a favor do acusado. Muitos acreditaram na inocência dele e levantaram cartazes com frases de apoio à liberdade do professor.

Solto após audiência em Igarapé Grande

No dia 30 de outubro, o Juiz da Comarca de Igarapé Grande, Dr. Alexandre Magno, concedeu o alvará de soltura para o professor Marcos Rodolfo de Sousa Lira. A decisão ocorreu logo após a sua primeira audiência de instrução e julgamento, ocorrida no fórum da Comarca de Igarapé Grande. Com a revogação da prisão, ele passou a responder o processo em liberdade.

Veja abaixo documentos da absolvição:






⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA